segunda-feira, 20 de abril de 2015

Após período com Tite no Corinthians, Gilmar Dal Pozzo está pronto para novo desafio

Foto: Daniel Augusto Jr.
A expressão ‘período sabático’ não foi criada pelo técnico Adenor Bacchi, o Tite. Porém, nos últimos tempos, ao menos entre os profissionais do futebol, é ele quem propaga a ideia de buscar aprendizado sem acomodar-se. Neste modelo, outro representante da área realizou estudos através de cursos, experiências externas e deu um tempo no vestiário para poder qualificar-se. Nesta semana, Gilmar Dal Pozzo encerrou um ciclo de meio ano afastado do comando de um clube para seu aprimoramento. E justamente ao lado daquele que é considerado por muitos o melhor treinador do Brasil na atualidade, no Corinthians. De segunda-feira (13) a quarta-feira (15) sua rotina foi acompanhar aos treinamentos no CT Joaquim Grava, somar conhecimento e abordar variáveis na composição de uma equipe.

    “Tracei um planejamento de carreira com minha família e meu empresário para que fosse possível aprimorar. Então desde o final do ano passado, como até já citei em algumas oportunidades, realizei cursos de gestão e busquei ampliar os horizontes. O Tite me abriu as portas da casa dele e do Corinthians. Além de ser muito bem tratado no clube por todos, pude acompanhar inovações, discutir variáveis táticas que ele trouxe do Real Madrid, participar das atividades diárias e ver na prática as questões teóricas. Foi melhor ainda do que eu imaginei. Todo o momento de diálogo era voltado ao futebol, então o uso do 4-1-4-1 no Brasil, os sistemas 4-2-3-1 e o tradicional 4-4-2 que tem suas peculiaridades, marcação por setor como gosto de trabalhar, não só compactando o time em linhas de 20, 30 metros para marcar, mas como também para jogar, enfim, equilíbrio e conhecimento ditaram o ritmo esses dias”, assegurou Dal Pozzo.

Amigos desde o início da década de 90, o ex-goleiro é o jogador que mais foi comandado por Tite até então, em sete temporadas. O trabalho que coroou esta etapa foi o título gaúcho com a SER Caxias, em 2000, em cima do Grêmio de Ronaldinho Gaúcho na final. Após consagrar-se na Chapecoense, sendo o treinador responsável por levar o time da Série C até a Série A do Campeonato Brasileiro, passou também pelo Criciúma. De lá para cá, recebeu convites de tradicionais clubes nordestinos, mas optou por seguir com a ideia dos estudos.

    “Tive os convites em momentos distintos do Fortaleza, Santa Cruz, ABC e Sampaio Corrêa. Times de grande apelo popular, com torcidas fanáticas, bons para trabalhar. Agradeci e todos entenderam, pela verdade empregada em cada contato. O Paysandu também procurou, assim como o Caxias, pela minha trajetória lá. Clubes com história. Fico feliz em ter podido esperar por conta deste desejo de crescimento, porque hoje me vejo um profissional melhor, com mais qualificação e pronto para um novo desafio. A estrutura do Corinthians é de excelência e tenho gratidão por esta semana que passei lá”, assegurou.

De volta a Florianópolis, onde fixou residência, Dal Pozzo acompanhou pela televisão na noite desta quinta-feira (16) o Corinthians garantir a melhor campanha do Grupo 2 da Taça Libertadores da América ao ficar no 0 a 0 com o San Lorenzo.

Ficha técnica
Gilmar Dal Pozzo
Data de nascimento: 01/09/1969
Local: Quilombo/SC
Cargo: Treinador
Clube atual: –

Clubes
Veranópolis/RS (2008)
Pelotas/RS (2008)
Veranópolis/RS (2009-2010)
Novo Hamburgo/RS (2010)
Pelotas/RS (2010-2011)
Veranópolis/RS (2011-2012)
Chapecoense/SC (2012-2014)
Criciúma/SC (2014)

Títulos
– Taça SC (2014)
– Copa FGF – Taça Lupi Martins (2008)

Conquistas pessoais
- Único treinador no país a ascender duas divisões seguidas com a mesma equipe (2012-2013)
- Acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro (2013)
– Top da Bola/SC – Troféu de Prata (2013)
– Vice-campeão do Campeonato Catarinense (2013)
– Acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro (2012)
– Campeão do Interior – Gauchão (2008)

Aguante Comunicação

domingo, 19 de abril de 2015

Destaque pelo Novo Hamburgo, Crispim agradece companheiros e revela propostas

Crispim atuando com a camisa do Novo Hamburgo. Foto: Fernando Martinez/Aguante Comunicação 
O meia-atacante Crispim chamou atenção de quem acompanhou os jogos do Novo Hamburgo durante o Campeonato Gaúcho deste ano. Ambidestro de origem, o atleta não se intimidou com defesas adversárias e muitas vezes apareceu como último homem do ataque anilado, dada sua versatilidade. Eliminado para o Grêmio, nas penalidades máximas, na última semana, o jogador aguarda agora a sequência de sua carreira. Desde o final de 2014 vestindo a camiseta do clube, onde também se destacou na Copa FGF, o momento é de analisar propostas que estão chegando.

    “Fico feliz com o reconhecimento e com as atuações neste Gauchão. Sempre trabalho pensando em dar meu melhor e graças a Deus tenho conseguido. Infelizmente ficamos fora das decisões, mas todo grupo do Novo Hamburgo está de parabéns, porque caímos de cabeça erguida, nos pênaltis para um dos favoritos ao título que é o Grêmio. Meu empresário me passou algumas questões que já chegaram e espero poder dar um passo importante na minha trajetória”, afirmou.

No dia oito de abril Crispim completou 21 anos. Uma década de sua vida foi dentro das categorias de base do clube de sua cidade natal, Criciúma, onde se destacava nas competições estaduais. Sua velocidade e bom futebol faziam com que o profissional muitas vezes figurasse com as equipes acima da sua idade. Ao lado de nomes experientes no futebol, destacou o importante aprendizado nesse período no Estádio do Vale.

    “Olhar para o lado e ter o Magrão, Bolívar, Luiz Mário, caras campeões do Brasil, da América, além do Roger Machado, nosso treinador, isso dá muita motivação. Ouvir deles palavras de incentivo e apoio também, elogiando meu desempenho, mostra que estou no caminho certo. Se Deus quiser as portas seguirão abrindo pela frente. Tenho muito que agradecer este tempo de Novo Hamburgo e certamente levarei comigo nas próximas etapas”, finalizou.

Aguante Comunicação

sábado, 18 de abril de 2015

Placar RS

Gauchão, semifinais, volta
Sábado
Grêmio* 2 x 1 Juventude
Gols: Luan 28/1T e Geromel 30/2T (G); Douglas 45/1T (J)

Domingo
Inter* 3 x 1 Brasil
Gols: Alex 11, Valdivia 16 e Rafael Moura 34/2T (I); Márcio Jonatan 40/2T (B)
(*) finalistas


Divisão de Acesso, 1a. fase, 11a. rodada
Sábado
Brasil-Fa 0 x 1 Esportivo
Gol: Bággio

Domingo 
Glória 0 x1  Nova Prata
Gol: Carlos Alberto

Santo Ângelo 4 x 1 Panambi
Gols: John Lennon, Charles, João, Ismael (SA); Maurício (P)

Tupi 1 x 1 São Luiz
Gols: Fábio Buda (T); Alex Goiano (SL)

Santa Cruz 1 x 2 Pelotas
Gols: Maicon Santana (SC); Vinicius Goiás, João Emir (P)

Rio Grande 1 x0  Inter-SM
Gol: Edinei

Riograndense 0 x 1 Guarani-VA
Gol: Dagoberto

Grupo A
Pos.EquipePGJVEDGPGCSG
1Grêmio Esportivo Glória241180319910
2Esporte Clube São Luiz161144312120
3Sociedade Esportiva e Recreativa Santo Ângelo14114251113-2
4Tupi Futebol Clube141135312111
5S.E.R. Panambi14113531517-2
6Sociedade Esportiva Recreativa e Cultural Brasil1311344911-2
7Clube Esportivo Bento Gonçalves12103341011-1
8Associação Nova Prata de Esportes9102351115-4

Grupo B
Pos.EquipePGJVEDGPGCSG
1Esporte Clube Pelotas2196301138
2Esporte Clube Guarani2010622954
3Esporte Clube Internacional13103431385
4Esporte Clube São Gabriel1292611091
5Riograndense Futebol Clube1093151114-3
6Sport Club Rio Grande810226615-9
7Futebol Clube Santa Cruz591261218-6


Segunda Divisão, 1a. fase, 3a. rodada
Domingo
Sapucaiense 0 x 2 Palmeirense
Gol: Welder-2

14 de Julho 1 x 1 Barra
Gols: Thomaz (14); Léo Muniz (B)

Farroupilha 0 x 0 Bagé

Terça 
Garibaldi x Gaúcho

Grupo A
Pos.EquipePGJVEDGPGCSG
1Esporte Clube Palmeirense62200505
2Futebol Clube Marau31100101
3Grêmio Esportivo Sapucaiense0200203-3
4Sport Clube Gaúcho0100103-3

Grupo B
Pos.EquipePGJVEDGPGCSG
1Guarany Futebol Clube (Bagé)42110202
2Grêmio Esportivo Bagé43111431
3Barra Futebol Clube22020110
4Grêmio Atlético Farroupilha22020110
5Esporte Clube 14 de Julho2302136-3


Estadual de Juniores, 1a. fase, 7a. rodada
Sábado
Igrejinha 1 x 3 Grêmio
GAO 1 x 2 Novo Hamburgo
Aimoré 2 x 1 Cruzeiro
Veranópolis 2 x 1 São Paulo
União 2 x 4 Lajeadense
Juventude x Sapucaiense
Inter x Ypiranga (será em 13/5)


Estadual de Juvenis, 1a. fase, 2a. rodada
Sábado
Inter 3 x 1 São José
Ivoti 1 x 1 Fragata
Encantado 2 x 1 Progresso
Esportivo x Cruzeiro
União 1 x 2 Caxias
Juventude 0 x 1 Novo Hamburgo
Aimoré x Grêmio (será em 29/4)
Mundo Novo x GAO (será em 12/5)

Destaque no Passo Fundo, lateral acerta com o Guarani, de Venâncio Aires

O Passo Fundo quase garantiu a classificação para a fase final do Estadual. Perdeu no último jogo a chance de avançar. No entanto vários atletas se destacaram. O lateral direito Dagoberto acertou com o Guarani, de Venâncio Aires, para a disputa da divisão de acesso. O jogador só está a espera do nome publicado no BID para atuar.

"Estou pronto para jogar se for preciso. Venho do Gaúchão, onde joguei praticamente todos os jogos da minha equipe. Pude dar várias assistências na competição (cinco no total) e marquei um gol (diante do Veranopólis). Como cheguei no início dessa semana estou esperando meu nome ser publicado no BID. Assim que sair fico a disposição do treinador", comentou.

Dagoberto lamentou a não classificação com o Passo Fundo e quer buscar o acesso com o Guarani: "Espero alcançar o acesso aqui. No Passo Fundo batemos na trave e deixamos escapar a vaga na última rodada. A divisão de acesso é uma competição difícil. Sobe apenas uma equipe, e por ter boas equipes disputando, o grau de dificuldade é enorme, mas encontrei aqui um time muito competitivo e que dá para pensar sim, em subir pra série A do gauchão 2016", disse.

O Guarani é o segundo colocado no grupo B, com 17 pontos, um a menos que o líder Pelotas. Na próxima rodada, a equipe encara o Rio Grandense, fora de casa.

Assessoria de imprensa do atleta Dagoberto (Passo Fundo)

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Copa do Brasil: Lajeadense perde e está eliminado

Lajeadense foi derrotado pelo Bragantino e está fora da Copa do Brasil. Imagem: reprodução SporTV
O Lajeadense foi à Bragança Paulista, interior de São Paulo, e acabou derrotado pelo Bragantino por 1 a 0, resultado este que o eliminou da Copa do Brasil. Na partida de ida, em Lajeado, o alviazul venceu por 2 a 1. Ou seja, o time paulista passou pelo critério de desempate gols fora de casa.

O primeiro tempo foi muito fraco tecnicamente. Mas na etapa final, viu-se que o vestiário fez bem ao Bragantino. Pressionando, abriu o placar numa falha de Luis Miller. o lateral esquerdo Pará arriscou da intermediária, o goleiro do Lajeadense "bateu roupa" e na sobra João Vitor cabeceou para abrir o placar. O Lajeadense tentou reagir, mas muito pouco criou ofensivamente. Por sua vez, o Bragantino tinha o contra-ataque à disposição, fazendo Luis Miller trabalhar. NO fim, a vitória foi paulista.

O Lajeadense deve liberar ou emprestar jogadores, já que somente terá partidas oficiais no segundo semestre, com as copas regionais. Já o Bragantino, que foi rebaixado à Série A-2 no Paulistão, enfrentará o Criciúma.

Ficha técnica - Copa do Brasil

Bragantino 1 x 0 Lajeadense

Local; Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista
Início: 19h30
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Assistentes: Francisco de Souza e Natal Ramos (ambos de TO)
Cartão amarelo: Pará e Léo Gago (B)
Gol: João Vitor 19/2T

Bragantino
Lauro; Bruno ferreira, Ferreira, Fernando, Pará; Adilson Goiano, Léo GAgo, Caio (Graxa), Lucas (Guilherme); Diego Maurício, Erick (João Vitor).
Técnico: Alberto Félix

Lajaeadense
Luis Miller; Igor Bosel, Leandro Camilo, Everton, Márcio Goiano; Marabá, Mateus Santana, Rafael Gava, Paulo Josué (Quaresma); Maycon (Cleiton), Ramón (Cambalhota).
Técnico: Luis Carlos Winck